Instituto Mobilidade Verde vai pesquisar novas abordagens para criação de bairros zona 30km/h.

Durante alguns meses de 2014, uma equipe composta por urbanistas, especialistas em mobilidade urbana, engenharia de tráfego e academia ,   irão pesquisar ativos de uma comunidade, suas inspirações e potencialidades , o objetivo  será  gerar conhecimento para  o desenvolvimento de espaços públicos para promover  a saúde, felicidade e bem-estar das pessoas através novas abordagens para  intervenções urbanas voltadas para construção de bairros economicamente mais vibrantes e seguros para caminhar.

A proposta fundamental é  testar estratégias de projetos e novas abordagens para o conceito de placemaking que começaram na década de 1960 , quando escritores como Jane Jacobs e William H. Whyte  ofereciam  idéias inovadoras sobre o projeto de cidades para atender  as pessoas e não apenas para carros e centros comerciais. Esse trabalho vai estar centrado na importância de desenvolvimento de bairros mais vivos  e  espaços públicos mais convidativos,  calmos,  enfatizando os elementos essenciais para a criação de vida social.

 

Atualmente o Instituto está em fase de captação de recursos para viabilização da pesquisa. A maior dificuldade é sempre o financiamento de pesquisa para aplicação em projetos. O resultado será exposto para população através de debates e workshops, um livro será editado contando as experiências e servirá como base para criação de um projeto de lei para permitir a construção de bairros mais humanos e sustentáveis.  “Nossa meta é sempre o desenvolvimento de políticas públicas que favoreçam a criação de bairros socialmente fortes e economicamente ativos”.

 

Também será abordado a aplicação de zonas de 30km/h, este conceito é normalmente instalado em áreas residenciais onde todo o perímetro tem sua velocidade reduzida através de sinalização vertical, horizontal e projetos de traffic calming. Estas intervenções  são necessária para criação de bairros mais humanos e equitativos onde é possível o convívio entre pedestres, ciclistas e motoristas na rua com segurança.  As primeiras zonas 30 km/h foram criadas na Holanda na década de 80.

 

Interessados em participar ou financiar o projeto deverão entrar em contato com os coordenadores através do email  lp@mobilidadeverde.org

 

Uma resposta em “Instituto Mobilidade Verde vai pesquisar novas abordagens para criação de bairros zona 30km/h.

  1. Pingback: “Instituto Mobilidade Verde vai pesquisar novas abordagens para criação de bairros zona 30km/h” | MOBILIDADE PINHEIROS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s