Instituto Mobilidade Verde e Escola São Paulo juntos para ensinar a fazer Parklet

Logo_escola_parkeltO Instituto Mobilidade Verde em parceria com a Escola São Paulo irão ensinar as pessoas a fazerem Parklet, o lançamento será na sexta-feira com um Workshop aberto ao público geral sobre criação de parklets, a Escola de parklet vai começar entre julho e agosto, com diversas disciplinas sobre ativação de espação público e transformação de espaço públicos em lugares. A escola de Parklet é uma oportunidade para aprender a desenhar, pesquisar e  envolver a comunidade através de uma metodologia desenvolvida pelo grupo que desenvolveu os primeiros Parklets no Brasil.

Workshop Escola de Parklets
Dia 25/04 as 10hs
Escola São Paulo

escola_parkelt_parceria

 

Parklets desenvolvidos pelo Instituto Mobilidade Verde e Design OK

Em parceria com o Design Ok, projetamos e construímos os 4 primeiros Parklets de São Paulo, estes projetos serviram para testar diversos sistemas de piso, guardacorpo, paisagismo, iluminação, novos materiais, as questões relacionadas com a rua, comunidade etc… todas estas informações foram reunidas num manual que a prefeitura de São Paulo vai divulgar em seu site. Acompanhe abaixo os principais Parklets desta parceria:

 Parklet Rua Amauri (Itaim Bibi)  – Agosto 2013 ( Design Weekend)a_ZonasVerdes_002Parklet Rua Maria Antônia – Agosto de 2013a_ZonasVerdes_083 a_ZonasVerdes_095Parklet Rua Pe João – Novembro 2013 ( 10ª Bienal de Arquitetura de São Paulo)
parklet Parklet_2etapa18 Parklet_2etapa15 Parklet_2etapa8 Parklet_2etapaParklet Pe João Manuel -  Parklet Permanente  – Abril de 2014
Parklet3_21620401_4034350393563_9106905180797286905_na_parklet_lançamento10 a_parklet_lançamento9 a_parklet_lançamento12

 

 

São Paulo é a primeira cidade da américa-latina a transformar os Parklets em políticas Públicas

Hoje prefeito Haddad assinou o decreto que tranformou os Parklets em políticas públicas na cidade de São Paulo. O Instituto Mobilidade Verde, vem desde 2010 trabalhando para implantação dos parklets na cidade de São Paulo e a sua transformação em políticas públicas, na prática significa que tanto pessoas físicas quanto jurídicas poderão sob regras da prefeitura instalar pequenos espaços de convivio.  O Instituto ajudou no decreto e também no desenvolvimento de um manual que ajuda as pessoas a construirem seus próprios Parklets, o manual será impresso pela prefeitura e uma versão em PFD ficará a disposição no site : Gestão Urbana SP
Escute entrevista com o presidente do Instituto Mobilidade Verde: CBN Notícias
10173699_4034349873550_4558837845295150469_nLincoln Paiva  ( dir) , presidente do Instituto Mobilidade Verde com Fernando Haddad Prefeito da cidade de São Paulo durante  inauguração do Parkelt1375173_10152332502851037_2950376581040927444_na_parklet_lançamento1 a_parklet_lançamento2 a_parklet_lançamento3 a_parklet_lançamento4 a_parklet_lançamento5 a_parklet_lançamento6 a_parklet_lançamento8 a_parklet_lançamento9 a_parklet_lançamento10 a_parklet_lançamento12 a_parklet_lançamento13 a_parklet_lançamento14 a_parklet_lançamento15 a_parklet_lançamento16 a_parklet_lançamento18 a_parklet_lançamento19PARKLET

 

Confirmado: Prefeito vai assinar decreto que transforma Parklet em instrumento urbanístico de São Paulo

Projeto iniciou em agosto de 2013, sucesso entre cidadãos e abaixo assinado de moradores e trabalhadores no entorno contribuíram para tranformação do Parklet em políticas públicas em São Paulo. Nova versão dos realizadores : Instituto Mobilidade Verde e Design Ok será inaugurado amanhã as 11:30h, prefeito deverá fazer uma coletiva de imprensa no local.Parklet3_2 Parklet3_3 Parklet3_7 Parklet3_6 Parklet3_4 Parklet3_8 Parklet3_9 Parklet3_10 Parklet3_1 Parklet3_ Parklet3_11

1º Parklet permanente está sendo construido na esquina da Av. Paulista

4º Parklet da parceira entre o Instituto Mobilidade e design OK tem inauguração  prevista para amanhã  16/04 as 11:30 na esquina da rua Pe João Manuel, esquina com a Av. Paulista e contará com a participação do prefeito Fernando Haddad e Secretários, ocasião em que haverá uma pequena solenidade para assinatura do decreto que vai regulamentar o parklet como instrumento urbanístico na cidade de São Paulo.
12726_4030615780200_1285410895004488479_n 984039_4030616460217_5753276930853162901_n 1488020_4030614220161_6808632861449253736_n-1 1488020_4030614220161_6808632861449253736_n 1505259_4030617340239_1210004077541888694_n 1560570_4030614100158_8962652274762775218_n 1609587_4030615620196_7884167958312886659_n 1613921_4030616300213_5285603536385003199_n 1779891_4030617060232_3753994655569214173_n 10014644_4030616700223_4149673357619949828_n 10169205_4030613900153_4861734187056230342_n 10246681_4030615980205_3002946199066400952_n

Instituto Mobilidade Verde vai pesquisar novas abordagens para criação de bairros zona 30km/h.

Durante alguns meses de 2014, uma equipe composta por urbanistas, especialistas em mobilidade urbana, engenharia de tráfego e academia ,   irão pesquisar ativos de uma comunidade, suas inspirações e potencialidades , o objetivo  será  gerar conhecimento para  o desenvolvimento de espaços públicos para promover  a saúde, felicidade e bem-estar das pessoas através novas abordagens para  intervenções urbanas voltadas para construção de bairros economicamente mais vibrantes e seguros para caminhar.

A proposta fundamental é  testar estratégias de projetos e novas abordagens para o conceito de placemaking que começaram na década de 1960 , quando escritores como Jane Jacobs e William H. Whyte  ofereciam  idéias inovadoras sobre o projeto de cidades para atender  as pessoas e não apenas para carros e centros comerciais. Esse trabalho vai estar centrado na importância de desenvolvimento de bairros mais vivos  e  espaços públicos mais convidativos,  calmos,  enfatizando os elementos essenciais para a criação de vida social.

 

Atualmente o Instituto está em fase de captação de recursos para viabilização da pesquisa. A maior dificuldade é sempre o financiamento de pesquisa para aplicação em projetos. O resultado será exposto para população através de debates e workshops, um livro será editado contando as experiências e servirá como base para criação de um projeto de lei para permitir a construção de bairros mais humanos e sustentáveis.  “Nossa meta é sempre o desenvolvimento de políticas públicas que favoreçam a criação de bairros socialmente fortes e economicamente ativos”.

 

Também será abordado a aplicação de zonas de 30km/h, este conceito é normalmente instalado em áreas residenciais onde todo o perímetro tem sua velocidade reduzida através de sinalização vertical, horizontal e projetos de traffic calming. Estas intervenções  são necessária para criação de bairros mais humanos e equitativos onde é possível o convívio entre pedestres, ciclistas e motoristas na rua com segurança.  As primeiras zonas 30 km/h foram criadas na Holanda na década de 80.

 

Interessados em participar ou financiar o projeto deverão entrar em contato com os coordenadores através do email  lp@mobilidadeverde.org