Instituto Mobilidade Verde estuda novas cartografias para estimular caminhadas afetivas

As pessoas deixaram de frequentar o espaço público trocando-os pelos espaços comerciais. E se os mapas dos bairros fossem diferentes:  mais afetivos, sensoriais, menos convencionais que pudessem estimular a criatividade, a deriva, a deambulação e o Flanêur ? Dentro desta concepção saímos pela Vila Madalena para propor um novo modelo cartográfico baseado em sensações, referências numéricas, cores, sons, colagens, mapas térmicos,  narrativas locais, histórias das pessoas. Nem tudo precisa ter um sentido objetivo, mercadológico, a idéia do projeto é poder  se entregar a uma experiência de deriva,  para descobrir uma cidade diferente… os espaços vazios, banais, os não lugares. veja abaixo o resultado dos exercícios e veja outras mapas de outros locais e pessoas… Quem quiser cooperar com novos mapas, enviar projetos para contato@mobilidadeverde.org

95faec7e17e900dcee74b6220d8d5658Exemplo de um Scratch Map acima… abaixo mapa google Vila Madalena

cartografiaAbaixo novos modelos de cartografias proposta pelo Imargem ( Cartografiti)

-16 -15 Continuar lendo

Instituto Mobilidade Verde estimula o Urbanismo Caminhavel nas cidades brasileiras

Lincoln Paiva, presidente do Instituto Mobilidade Verde participou do Fórum Agenda Bahia, onde palestrou sobre a importância do desenvolvimento das cidades através do urbanismo caminhável, uma forma de construir cidades através da reorganização das cidades de modo que as pessoas tenham acesso a trabalho, educação, saúde e  lazer até 20 minutos caminhando. Sttefan Ries gerente de inovação da cidade de Freiburg falou logo após sobre a importância de andar mais nas cidades e deu exemplos de freiburg nesse caminho. Veja repercussão nos jornais.

correio3 correio_lincoln correio2

Instituto Mobilidade Verde recebe prêmio iniciativa do ano

10408947_10203195408231548_6360451910367046282_n
Foto: José Bueno (Rios e Ruas), Lincoln Paiva ( Instituto Mobilidade Verde) Alex Atalla ( Instituto ATA) Mariana e André Palhano ( Virada Sustentável).

O Instituto Mobilidade Verde ganhou o prêmio Pintou Limpeza da Rádio Eldorado / Estadão na categoria Iniciativa do Ano.  A festa de premiação foi na Pinacoteca do Estado.  Trata-se da 3ª edição do prêmio. As iniciativas foram escolhidas pela Rádio Eldorado por terem se destacado ao longo do ano e um Júri escolheu os ganhadores do prêmio.

Prefeito de São Paulo indica Lincoln Paiva do Instituto Mobilidade Verde para premiação.

fernanda_lincoln

Mais importante reconhecimento para as pessoas que fazem a diferença na cidade, o Prêmio Cidadão São Paulo inicia com a indicação de nomes feitos por personalidades e também pelos internautas, compondo a lista de finalistas.

Nos dois anos anteriores, o prêmio chamava-se Cidadão Sustentável. Com a ampliação do seu foco, abrangendo novas categorias, mudou agora para Cidadão São Paulo, com apoio da USP Cidades e Agência Tudo.

O Prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, indica para o Prêmio Cidadão São Paulo Lincoln Paiva. Para o prefeito, “Paiva liderou uma das melhores idéias do ano de 2014  [os parklets].”

Leia mais: Catraca Livre

Instituto Mobilidade Verde participa do Ocupa Goiânia e promove o Urbanísmo Caminhável pelo Brasil

a_ocupa_go13

Nos últimos 10 dias estivemos em Vitória no Espírito Santo para uma palestra para a Arquitetura da FAESA , fomos para  Goiânia para uma oficina sobre Parklets e depois embarcamos direto para  Salvador para uma palestra no Congresso de Urbanismo da UNEB.

Em Goiânia realizamos uma oficina de parklets para um grupo de jovens arquitetos e estudantes de Arquitetura, o programa foi promovido pela CAU ( Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Goiás) e faz parte do projeto Ocupa Goiânia.

Sem dúvida nenhuma chegamos  ao  ponto de mutação, no Brasil inteiro os jovens querem mudança na perspectiva de cidade que já não corresponde mais  aos anseios da população. Durante todos estes dias ficamos em contato com essa juventude criativa, cheia de energia e pudemos dividir muitos sonhos e inspirações para uma cidade que queremos mais humana e sustenteavel.

Além da escola de parklet que realizamos em parceria com a Sobre Urbana ( Carol e André) , um dos  escritórios de Intervenção Urbana mais criativos e atuantes de goiânia , participamos da montagem da primeira “Vaga-Viva” de goiânia que foi montada estratégicamente em frente  a ocupação artística cujo nome era “Resistência Artísitica” promovida pela Hábil das sócias Dani e Sophia e participação do Coletivo Rua, pessoas igualmente maravilhosas. Foi incrível ver as pessoas participando e a aceitação da população,  é um Brasil que pede mudança e reforma urbana já.

-2 a_ocupa_go2
Grupo Ocupa Goiânia na primeira vaga viva da cidade

a_ocupa_go12

Continuar lendo

Mobilidade Verde estimula empresas a encurtarem distâncias Casa X Trabalho

caminhabilidade4há 3 semanas estamos estimulando empresas, escritórios de design, start Ups, áreas de marketing para trabalharem em pequenas estações de trabalho em áreas estratégicas da cidade, o objetivo é criar projetos experimentais que possibilitem pequenas e  grandes empresas a criarem HUBs,  pequenas estações de trabalho com internet, em espaços públicos   compartilhados em diversos pontos da cidade para que as pessoas possam  ter acesso ao trabalho a pé ou de bicicleta.  Além disso, queremos estimular o trabalho ao ar livre, mais informal e mais criativo para que as pessoas possam criar ambientes compartilhados que estimulam o convívio e prezem o bem estar e qualidade de vida.  Uma forma de encurtar as distâncias, reduzir a dependência pelo carro e incentivar o transporte mais ativo. O Instituto Mobilidade Verde quer estimular o desenvolvimento de HUBs  gratuitos em áreas públicas da cidade.